Dolce Furadouro traz 2º lugar para Torres Vedras, na primeira edição do Azores Bravos Trail – ilha Terceira

Depois do adiamento do Azores Bravos Trail por causa da pandemia, concretizou-se esta prova no dia 3 de outubro, primeira prova de Trail do Circuito Regional na Ilha Terceira.

Com partida na Lagoa do Negro, a prova de 30km teve passagem pelos Mistérios Negros, Lagoa das Patas, Serra de Santa Barbara e Serreta. Um percurso exigente e técnico com 1800m D+ de piso misto onde as quedas foram inevitáveis dado o piso misto escorregadio.

A equipa Dolce Furadouro contou com a prestação de Mário Firmino, que ficou para a história da primeira edição do Azores Bravos Trail, tendo sido o 2º atleta mais rápido a cruzar a meta dos 30km.

“7 meses depois da última prova meti-me nesta aventura de fazer uma prova tão dura e técnica. Perdi-me algumas vezes, mas consegui recuperar e terminar com o objetivo pessoal de pódio. Foi uma experiência única correr nos Açores e fazer o Azores Bravos Trail, uma prova linda com paisagens magnificas, trilhos lindos com uma excelente organização.” refere Mário Firmino.

Também a representar as cores amarelas estiveram Sónia Santos, que terminou o desafio em 60º lugar geral e Teresa Lima que devido a lesão foi forçada a interromper a prova mais cedo.

Teresa Lima comenta ainda: “Apesar de ter sido um trail muito duro gostei imenso. Tive pena de não ter concluído todo o percurso mas o meu joelho aos 27 km não me permitiu continuar.”.

A equipa parabeniza a Organização do evento pela realização da prova em condições especiais de pandemia e os atletas pelo seu esforço e resultados alcançados.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.