Objectivo final | 4º Trail do Zêzere 35k

Em Fevereiro coloquei na ideia que participar no Campeonato Nacional de Trail seria um objectivo ambicioso. Embora houvesse pessoas que me diziam que fazer provas de 30km seria puxado para mim, eu quis lutar para estar preparada e mostrar ao meu eu interior que conseguiria. Escolhi então as 4 provas obrigatórias para ser finisher do circuito.

Porquê um objectivo?

Todo o ser humano é movido por objectivos, sendo eles pequenos ou grandes. Minúsculos ou gigantescos. Eu precisei de um que me mostrasse um pouco de mim. Que fosse aprender um pouco mais sobre o tipo de sangue que corre cá dentro! Qual a fibra que me molda nos maiores desafios? Decidi então saltar um pouco mais e fazer provas de maiores distâncias incluindo as que tanto temia as de 30km.

O 4º Trail do Zêzere 35k, foi a última prova deste mega objectivo pessoal! Uma prova num local lindo, com paisagens que nos envolvem num ambiente mágico e natural de Ferreira do Zêzere. Com todas as memórias de infância e dos familiares que já contaram a sua história de vida, que nos envolvem o nosso corpo como ADN da serra, dos trilhos, das próprias árvores e pedras. Deixa de ser uma mera prova, uma mera corrida de trail. Passa a ser um pedaço de mim a emergir em tudo o que passei ao longo dos 35km para chegar ao fim.

Foi uma das provas mais duras que já fiz, pelas imponentes subidas e maquiavélicas descidas. Pelos trilhos finos e respeitadores ao longo do rio, pelas duras rochas escaladas, pelas pedras subidas e pelas cordas que me elevaram ao nível mais alto. Foram cerca de 8 horas em prova com cerca de 1800m+ acumulados. Um turbilhão de emoções gerado dentro de mim. Uma prova destas exige tanto de mim, como eu exijo da serra. Existe partilha de confidências e segredos que só eu e as pegadas deixadas sabem o que foi dito e escrito!

A magia da descoberta do guerreiro!

Depois de muito suor, de muitas lágrimas, de muitos sorrisos e gargalhadas sinto me uma super heroína que apesar de todos os desafios e dores que levo dentro de mim, consegui superar. Consegui ultrapassar os meus maiores medos, conseguindo perceber o que me move! O que me faz querer ir mais longe, o querer rasgar a inercia que nos leva a estar agarrados a algo que nos gera conforto. O querer lutar por algo maior, no meu caso o amor pela minha filha. Se consigo superar tudo até aqui, posso ser simplesmente o maior e invencível super herói para ela, porque terei todas as forças em mim para escalar tudo o que difícil ficar à frente do caminho!
Apenas digo que quanto mais faço dou o meu flanco na luta na montanha, mais conheço as minhas armas!
Com orgulho na minha equipa – Dolce Furadouro | Trail do Zêzere

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.